segunda-feira, 20 de julho de 2015

COMO CULTIVAR GERMINADOS E BROTOS

Você não precisa gastar com vitaminas sintéticas que prometem abastecer seu corpo com nutrientes de “A a Z”.Você pode obter esses nutrientes de uma forma muito mais natural e econômica.
Aprenda como produzir Grãos Germinados e Brotos no conforto da sua casa.
COMO GERMINAR:
1. Coloque de uma a três colheres de sopa de grãos em um vidro e cubra com água pura, sem cloro.
2. Deixe de molho por uma noite (o girassol sem casca só precisa de quatro horas e a linhaça, ainda menos tempo: três horas).
3. Cubra o vidro com um pedaço de filó e prenda com um elástico. Despeje a água e enxágue bem sob a torneira.
4. Coloque o vidro inclinado num escorredor com a boca para baixo.
5. Enxágue duas vezes ao dia: de manhã cedo e à noite.
6. Os grãos germinados estarão prontos para ser comidos ou plantados após um período variável:
5
Agrião: após seis a oito dias.
Alfafa: após três a quatro dias.
Arroz: após quatro a cinco dias.
Feijão-azuki: após quatro a cinco dias.
Gergelim: após dois a três dias.
Girassol sem casca: logo que amolecer com a água.
Lentilha: após três a quatro dias.
Trigo: após dois a quatro dias.
1
COMO CULTIVAR BROTOS:
1. Coloque os grãos de molho e deixe germinar.
2. Encha uma bandeja com terra vegetal ou algodão umedecido.
3. Espalhe os grãos germinados numa única camada e umedeça bem.
4. Cubra com um plástico escuro ou com outra bandeja durante três a quatro dias. Se necessário, umedeça a terra.
5. Descubra os brotos e os exponha à luz do dia, regando delicadamente para que a terra permaneça úmida.
6. Os brotos estão bons para consumo entre 3 e 15 dias.
7. Os grãos mais fáceis de brotar são agrião, alfafa, centeio, girassol, feijão e trigo.
8. Também podemos plantar – em recipientes ou vasos rabanete e agrião (as sementes dessas hortaliças ficam de molho, mas não precisam germinar), alho, cenoura, beterraba, etc. Conseguimos, assim, brotos ricos em clorofila e substâncias vivas.
4
Nos grãos germinados todo o imenso potencial nutritivo está desenvolvido ao máximo, havendo liberação de energia, bem como de uma série de enzimas e de catalisadores que facilitam a absorção dos principais nutrientes do grão pelo organismo. No caso dos grãos de cereais germinados, os teores de alguns aminoácidos aumentam (entre eles a lisina que é um aminoácido essencial e é encontrado em baixos teores nos cereais sem germinar); também aumentam os teores de algumas vitaminas (antioxidantes, como a vitamina C e beta-carotenos) e minerais (aqueles na forma de fitatos, indisponíveis, são liberados enzima fitase para absorção); o amido é hidrolisado, aumentando o teor de açúcares; e as proteínas insolúveis são solubilizadas, melhorando sua digestibilidade.
O valor nutricional de grãos germinados assemelha-se ao de frutas e de verduras por seu conteúdo de água, vitaminas, minerais e enzimas. Como os grãos germinados estão pré-digeridos e são assimilados muito facilmente pelo nosso organismo, estimulam os processos digestivos e regeneram a flora intestinal.